Crime

Published on janeiro 1st, 2018 | by mundodafreya

0

|Resenha| A Louva-a-Deus (La Mante) Thriller Francês |Série – Netflix|

Sinopse – A Louva-a-Deus (La Mante)

“Décadas após sua captura, uma serial killer oferece ajuda para solucionar uma sequência de assassinatos. Com uma condição: ela só trabalha junto com o filho policial.”

Estrelando: Carole Bouquet, Fred Testot, Pascal Demolon

Gêneros: Séries, Thriller francês, TV policial violenta, Séries Draméticas.

Criação: dirigida por Alexandre Laurent e criada por Alice Chegaray-Breugnot, Grégoire Demaison, Nicolas Jean e Laurent Vivier

A Louva-a-Deus (La Mante) é o novo thriller francês da Netflix. O seriado já começa com cenas de um assassinato, mostrando a ambientação que está por vir. É natural pensar em o silêncio dos inocentes ao ver essa série, uma vez que também temos um assassino em série do passado, que ajuda a polícia a desvendar crimes do presente.

Os assassinatos do presente são a obra de um copcat da famosa ‘La Mante’ (a Louva-a-Deus), Jeane Deber, que foi presa há mais de 20 anos depois de confessar os crimes cometidos.

Dominique interpreta o policial responsável pela captura de Jeane e que volta a se deparar com crimes da mesma natureza. Que seguem todo o modus operandi e sequência dos crimes anteriores nos mínimos detalhes. Já são 3 vítimas e a polícia está longe de encontrar o imitador.

Jeane toma conhecimento de seu imitador e oferece ajuda à polícia, apenas com uma principal condição: seu filho deve ser seu contato durante a investigação. Não é uma tarefa simples convencer o filho, Damien Carrot, a participar da investigação. Damien teve a identidade trocada e apenas duas pessoas sabem que ele é filho da famosa assassina em série ‘La Mante’, mãe que ele despreza e nunca mais teve contato.

Diante da onda de assassinatos e a falta de pista da polícia, Danien, se vê obrigado a entrar na investigação para evitar novas mortes. A partir desse momento conhecemos mais profundamente os detalhes da investigação e nos deparamos com um thriller psicológico e inteligente, que pode ser lento, para alguns, já que o foco não são os crimes em si, mas o relacionamento de Jeane e Damien, seus verdadeiros motivos para ajudar a polícia, assim como, a investigação e o papel do copcat em toda essa trama.

Eu recomendo a série para aqueles que gostam de seriados de investigação e principalmente sobre serial killer, também é uma série que nos faz pensar no julgamento que fazemos das pessoas e que o ser humano é bem complexo, a definição de bem e mal é muito simplória. Mas se você busca um seriado com cenas violentas e ação, esse não é para você.


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑